Só observando esses memes que você copia do Twitter e joga no Facebook

MEME 1

Entende-se como rede uma estrutura que demanda um padrão específico. Capaz de promover trocas e compartilhamentos de serviços e recursos, numa verdadeira malha de informações e conexões, como pontes que interagem e interligam algo a exatamente qualquer coisa. Em cada rede, destaca-se um tipo de comunicação, seja ela de computadores ou social digital. Cada uma definida por suas especificidades, métodos de conexão e relações funcionais.

Uma vez bem estabelecida, uma rede comunicacional desenvolve performance e formas de atuação particulares que, em seus espaços virtuais, funcionam a partir de moedas sociais distintas. Dessa forma, também se dá o processo de criação, identificação e interpretação de memes em diferentes redes sociais digitais. Segundo a pesquisa realizada no ano passado pelo Pew Research Center (https://www.pewinternet.org/2018/05/31/teens-social-media-technology-2018/), o Instagram é a rede social mais utilizada pelos jovens, que a cada dia mais estão deixando o Facebook, Tumblr e o Twitter.

No entanto, no que tange ao compartilhamento desses memes, o Twitter segue sendo a principal matriz de criação dos virais. Uma vez identificada a sua potência, os prints partem em direção às demais redes, onde ganham repercussão infinitamente maior, devido ao alcance de usuários.

As redes sociais são diferentes entre si, não apenas no seu objetivo e faixa etária de usuários, como nas abordagens de publicações, formas de interação, rolagem de postagens e linguagem. É claro que existem semelhanças entre elas, como o fato de que todas as redes são um espaço para usuários e empresas interagirem, compartilharem ideias e histórias. O que muda é a forma como isso é feito em cada rede social:

    • Facebook: uma rede social que está deixando de ser utilizada por jovens, produz pouco conteúdo e, normalmente tem apenas reprodução de memes de outras plataformas. Às vezes riscados em cima para se adequarem à uma nova situação, mas normalmente nada autoral.

fb

    • Twitter: os memes costumam ser importados do pandlr.

tt

    • Whatsapp: predomínio de memes machistas e com cunho conservador. Há também a nova vertente dos stickers, que muitas vezes são memes de outras redes sociais sendo reaproveitados.
      wpp
  • Tumblr: costumam pegar o formato de um meme e adaptar a um gosto pessoal, como de bandas, filmes ou seriados. Uma adaptação, não a formação de um meme original em si.
    95422f9b-2956-4cec-9770-fba2a899c88c

Em “Paradoxos da Teleinformática”, Weissberg cita as diferentes recepções que a série americana Dallas (1978) provocava em cada país que era televisionada, conforme os diferentes filtros locais. Cada cultura, inserida em seu ecossistema particular, interpreta e reage de acordo com seus filtros locais. Da mesma forma que os memes também atuam nas diferentes redes, muitas vezes ganhando formatos diferentes, passando por processos de edição brusca e sendo completamente deslocados do primeiro contexto.

Em seus estudos, o autor alega que as coletividades territoriais encontram na internet um meio de reforçar seus laços, de aumentar a intensidade de seus encontros reais, misturando onipresença física a pluripresença mediatizada. Quais os vínculos entre os participantes de uma mesma rede? Segundo Weissberg, elas não só contrapõem presença e distância, mas integram os dois.

No entanto, um exemplo elucidativo é apropriação do meme da vilã Nazaré Tedesco da novela “Senhora do Destino”. Compartilhada durante anos por usuários brasileiros, numa sequência de fotos em que a personagem em questão aparece confusa com fórmulas de matemática como se estivesse tentando desvendar o resultado, de tão compartilhado, alcançou também o público estrangeiro. A partir daí, sem qualquer noção de contexto original, ganhou uma outra perspectiva. Nesse caso específico, a rede possibilitou uma ressignificação do meme original, quebrando a noção do vínculo territorial.

nazathumb

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s